Entenda sua doença

(11) 2506-9053

Higienópolis

telefone

facebook

instagram

youtube

O nervo pudendo é um nervo misto que tem funções sensitivas e motoras. Suas fibras são derivadas das raízes sacrais de S2, S3 e S4. Uma vez que essas fibras atravessam o foramem sacral elas se dividem em ramos autonômicos que formam o plexo pélvico ( inervação parassimpática de órgãos pélvicos) e ramos somáticos que iram formar o nervo pudendo que passa logo abaixo do músculo piriforme.

O nervo pudendo é responsável pela sensibilidade do períneo por meio do ramo perineal ( escrotais e labiais ), dos ramos retais inferiores e pelo ramo dorsal do pênis/clitóris. O nervo pudendo também tem função motora e controla os músculos:  bulboesponjoso, isquiocavernoso, esfíncter da uretra e esfíncter externo do anus.

O nervo pudendo tem uma trajetória muito específica após sua passagem pela espinha iquiatica ele entra no chamado canal de Alcock’s que é formado pela divisão da aponeurose do músculo obturador interno e retorna inferiormente ao ligamento sacrotuberal.

A neuralgia do pudendo é uma dor causada pelo disfunção do nervo pudendo em geral devido ao seu aprisionamento  funcional.  O nervo pode ser comprimido durante longos períodos de tempo na posição sentada e pode ser devido ao microtraumas como andar de bicicleta ou de  moto.  A distensão do nervo durante períodos de constipação e trabalho de parto também podem levar a dor. São relacionados a dor ainda atividades esportivas como patinação e levantamento de pesos principalmente leg press.

O tipo de dor pode variar com sendo em queimação, facada, pressão ou ardor. O território de dor em geral inclui o períneo ,  o anus , a bolsa escrotal em homens e os grandes lábios em mulheres. A dor pode afetar o ato de evacuar , ejacular ou mesmo manter relações sexuais.  A neuralgia do pudendo pode causar urgência miccional ou mesmo incontinência. Alguns pacientes referem sensação de corpo estranho no anus , vagina ou mesmo no pênis.

Durante o exame clínico a hiperalgesia ( aumento de sensibilidade) do períneo é mais comum que as hipoestesias ( diminuição de sensibilidade).   Prostatite inflamatória obrigatoriamente deve ser excluída em homens.  Em geral o paciente sente um alívio dos sintomas ao sentar no vaso sanitário

Estudos eletrofisiológicos podem ajudar no diagnóstico, entre eles podemos citar potenciais evocados sensitivos e motores e eletroneuromiografia dos esfíncteres retais e urinários.

Exames de imagem são úteis para excluir outras doenças porém tem pouco valor no diagnóstico.

O tratamento medicamentoso em geral é direcionado para dor neuropática e as medicações mais utilizadas são a gabapentina, a pregabalina, a amitriptilina.  Programas de auto cuidado também tem se mostrado muito úteis como a melhora da  postura ao sentar, diminuição do ritmo de trabalho e almofadas vazadas ( como as usadas para o tratamento da hemorroida )

Os bloqueios do nervo pudendo são a próxima etapa do tratamento e em geral são realizados em centro cirúrgico. Uma séria de até 03 bloqueios pode ser necessária para a cura.

Descompressões cirúrgicas raramente são necessárias.

Dúvidas? Entre em contato!

Utilize o formulário de contato para enviar sua dúvida ou obter mais informações.

Dr. Ivan Dias Rocha

CRM: 108.277

- Ortopedia
- Traumatologia
- Cirurgia da Coluna Vertebral

Consultório - Higienópolis

Rua Conselheiro Brotero, 1505 - Conj. 41
Santa Cecília - São Paulo, SP
CEP: 01232-011

(11) 2506-9053